Um dia de primavera no fim do inverno

                Amanheceu como sempre, um lindo nascer do sol. O mar está tranquilo, quase sem vento e nada de ondas, a água limpa e transparente. O céu sem uma nuvem, um azul gostoso.  Preparo-me e saio para caminhar na praia de San Juan, faz tempo que não consigo fazer isso, estou com saudades.

                Começo a sentir que o passeio será bom, por aqui se diria “encantador”. Parece que o inverno está chegando ao fim, temperatura na faixa dos 20 graus, uma delícia quando ficamos abrigados da brisa, ainda um pouco gelada.

A primavera começa a dar seu tom.

Centenas de pessoas passeando, não fui apenas eu que notei o dia promissor, além do clima agradável, um sábado ensolarado.

Tento apertar o passo, não é apenas um passeio, quero retomar a rotina de caminhar como exercício diário. Vou cruzando pessoas e percebo a diversidade, continuo admirando como um conjunto de unidades distintas faz uma bela harmonia. São pessoas de todas as idades. Vejo pais trazendo seus filhos na areia, muitos ainda dando seus primeiros passos. Outros pais, com uma bola incentivando aquele primeiro chute. Pessoas correndo, para elas o calor é forte, suavam. Muitos, como eu, apenas caminhavam.

Um grupo de jovens, correndo de um lado para outro, entrando e saindo da água. Estavam apreendendo a serem salva-vidas, meninos e meninas, se preparando para o verão. 

Outros grupos jogando, vôlei, futevôlei, frisbee, a diversão e a alegria estavam no ar. 

Cruzei com pessoas encasacadas, pais e filhos cheios de roupas, outros de calção e biquínis, e até, gente tomando banho de sol sem roupa. Contraste e colorido impressionante.

Após 1 hora de caminhada, resolvi fazer meia volta, voltei pela calçada. Nova diversidade. Agora muitas bikes, grandes e pequenas, algumas ainda com rodinhas. Idosos com seus carrinhos andando vagarosamente.  Jovens casais empurrando carinhos de nenês, as vezes mais de um.

No calçadão, os camelôs já estavam presentes, suas mercadorias cuidadosamente dispostas em vitrines horizontais, prontas a transformarem-se em sacos a qualquer sinal de polícia.

As mesas dos bares cheias, bebidas para todos os gostos, desde café, suco, vinho, whisky e cerveja, acompanhados de petiscos.

O mar também estava colorido, grandes veleiros passeando, jet-skis, surfista sem onda, mergulhadores, caiaques e claro pescadores, sem peixes.  Faz seis meses que vejo muitos pescadores, 24 horas por dia tem alguém tentado pescar, por sorte dos peixes, até agora não vi sequer um fisgado.

Chego a casa e aprecio o belo dia!!

No domingo saio de bike, vou em direção a Alicante. A avenida da orla marítima está fechada para carros, as pessoas tomam conta do espaço. Agora são milhares, não apenas na avenida, mas no calçadão e no entorno.

Aparecem patins, skates, bicicletas de 4 rodas, de 3 rodas, para 1  pessoa, para 2 pessoas, para 4 pessoas. As igrejas cheias, dia de casamento e da tradicional missa de domingo.

No calçadão artistas de rua fazendo suas apresentações. Cantando, dançando, pintando e sendo estátuas humanas. Os playgrounds lotados de crianças, no seu entorno pais admirando as travessuras dos seus filhos.

Na praça, encontro de poetas, recital de lindos poemas. Na área do cais, onde ocorreu o evento da Volvo Ocean Race, uma feira gigante, onde se vende todos os tipos de roupas, com preços muito baratos, tinha camisas a partir de 1 euro.

No mar uma competição de barco a remo, participantes de todas as idades, o importante não parecia ser ganhar, mas sim a confraternização. Por curiosidade contei o numero de veleiros, não havia vento, eram 36, mesmo assim com velas estendidas.

Termina um belo final de semana!!!

Comentários  

 
0 # Típico de praia??Texe 26-02-2012 23:30
Oi Clóvis,
você nota que este moviemnto de fim de semana que você relata é típico de praia ou em outras cidades do interior da Espanha também o ritmo de passeios, caminhadas e confraternizaçã o é presente?
No Brasil, vivi muito deste clima no Rio de Janeiro, quando eu caminhava no aterro do Flamengo.
Abração.
Teixeira
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
0 # RE: Típico de praia??Clovis Fernando Greca 28-02-2012 09:19
Hola amigo!
Quando escrevi pensei sobre isso, acredito que um dia de calor depois de muitos dias de geladeira é um dos fatores que nos impulsionão o para fora dos casulos. Pude ver este rtimo em outros locais da Espanha, como no Brasil tambem, vá ao parque Barigui em um belo domingo e verá o mesmo. Mas claro que uma cidade litoranea tem um encanto especial. Bons passeios.
Responder | Responder com citação | Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

For a professional business hosting we highly recommend hostgator review or cloud hosting
Joomla Templates designed by Joomla Hosting