Projeto Sabático - balanço primeiro ano

À Família, amigos conhecidos, colegas, amigos desconhecidos...

                Vou aproveitar o texto da semana para fazer duas coisas, primeiro; como o próprio título diz, irei fazer um “balanço” das experiências desse primeiro ano do projeto, Projeto Sabático em Busca do Autoconhecimento e do Aperfeiçoamento Pessoal. E, em segundo lugar, uma boa mensagem de natal e ano novo.

                Procurei não ser detalhista e muito racional nas colocações, mas sim, expressar o melhor possível meus sentimentos de uma forma sintética e quem sabe, um pouco poética.

                Usei como inspiração e ponto de partida, um resumo feito por uma amiga sobre os itens que lhe pareceram importantes nos relatos, esses tópicos podem ajudar a revelar o meu Ser na busca.

 

Início

                 Nesse ano tive a oportunidade de ver como pequenas coisas, pequenas descobertas, pequenos detalhes, que no dia a dia não percebia ou não dava importância, me aproximam e guiam ao meu Eu, ao meu centro. Essas pequenas coisas despertam o interesse pelo novo e possibilitam uma nova visão, aberta e inclusiva do mundo. Procurei desenvolver um olhar de criança, sentindo-me entusiasmado, alegre e leve a cada descoberta. Cada detalhe traz sensações, há muito esquecidas, me envolvendo em emoções gratificantes.

                Percebi a importância de buscar alegria e motivação dentro do meu Eu e com este ponto de apoio poder externar para o mundo os sentimentos. Mesmo quando senti emoções fortes, procurei estar consciente do que acontecia no meu interior. Deixei-me levar pelos sentimentos sem perder a lucidez, aproveitando ao máximo cada experiência e o momento.

                Observei o que acontecia no meu Ser, a nível físico, emocional, mental e espiritual, conectando os pontos e potencializando as energias. Lembrando que todas as formas de energia e sensações são importantes. Procurei encontrar o equilíbrio entre elas, deixando espaço para a diversidade do meu Ser se manifestar. Mesmo no meio dessa infinidade de sensações, percebi a dualidade, um Eu eufórico e ansioso pelas descobertas e outro Eu, calmo e sereno que se mantinha apenas como observador.

                Essa aparente dualidade, em essência tem como fonte uma individualidade, um Ser. Um ser individual e único, que quando consciente de si, tem uma infinidade de possibilidades e uma liberdade de escolher seu próprio destino.

                Nesse caminho passei por muitos locais, elegi os que mais me interessaram, parei por um tempo e segui, segundo a consciência determinava. Importante é estar aberto e se moldar a cada ambiente e escolha feita, para que o caminhar seja frutífero e produza sensações agradáveis.

                O equilíbrio entre o avançar e o parar, entre atender as necessidades físicas, emocionais, mentais e espirituais é o segredo.  Sabendo que a única forma de avançar é sendo solidário, ajudando as pessoas a nossa volta a caminharem também no rumo da felicidade, lembrando que quase sempre, quanto menos, é mais.

                Estou seguro que o caminho e o caminhar não têm fim, isso me tranquiliza, pois não necessito ficar angustiado acreditando que algo bom vai acabar e assim, curto cada passo que dou, sabendo que cada passo me conduz a uma vida plena.

                Agradeço do fundo do coração, a cada um de vocês que está recebendo esse texto, pela oportunidade que me proporcionaram de ter a experiência que estou vivenciando. Possibilitando-me compartilhar o conhecimento adquirido, que para mim, é a melhor forma de se aperfeiçoar e manter-se no caminho. É dando que se recebe.

Fim

 

                Em 2012, sigo o projeto, não sei bem como vou chegar ao Brasil, mas tenho certeza que os passos que estou dando nesse caminho são maravilhosos. Permaneço com o firme proposito de continuar na busca do aprimoramento, tendo como norte, o ideal que me move nesse sentido, CORAGEM PARA SONHAR, ATITUDE PARA REALIZAR.

                 Fazendo a revisão no texto, percebi que de poético não tem muito coisa, me pareceu um texto que traz em si, uma boa possibilidade de expansão das ideias.

Então: 

Imagino essas ideias como sementes na palma da mão,

Ao passar de uma brisa,

Levadas pelo ar.

Algumas cairão em solos férteis,

Outras não.

As sementes-ideias que vitalidade têm,

Frutificarão em cada Ser.

Tornando-se árvores,

Tornando-se Vida.

Voltando a semear

 

Desejo que tenham um natal com harmonia e um início de ano novo com disposição de caminhar em direção à felicidade e a alegria de viver.

                Um grande beijo e forte abraço

 

                                                                              Clovis Fernando Greca

 

 

Obs: Vou tirar um recesso de escrever no blog, volto a partilhar experiências a partir de 15/01/12, no entanto estarei atualizando fotos dos locais que visitarei. Espero que sintam falta!!!

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

For a professional business hosting we highly recommend hostgator review or cloud hosting
Joomla Templates designed by Joomla Hosting