Segunda semana em Alicante

Meu principal objetivo dessa semana foi montar a “grade escolar”.

Sinto-me como um adolescente com horários de aula, professores, novos colegas.  A grande diferença é que quem escolhe os assuntos e os professores sou eu.

Já consegui preencher uma parte dos horários, pretendo ter entre 30 e 40 horas/semana de atividades. Tenho algo importante a fazer, estou trabalhando no meu aperfeiçoamento.

Iniciei as atividades de: curso de filosofia oriental, teatro, pintura, desenho, modelagem com barro, desenvolvimento da voz e para finalizar um workshop de noção de dublagem.

Ainda é cedo para ter opinião sobre as atividades, o que posso adiantar, é que por enquanto, estou gostando.

Tenho achado um pouco chato ir atrás dos cursos e comprar as coisas que necessito para o dia-a-dia. Vamos ver se consigo mudar essa sensação ou finalizar as buscas. Já as compras, terei que me acostumar.

Há dois dias, comprei uma pequena moto, uma scooters 50 cilindros, é fácil de estacionar e não corre. Isso reforçou minha sensação de voltar à juventude. Assim, supero o “trauma” de não ter uma moto quando era um adolescente de verdade!!!

Vou descrever um pouco o local.  Para mim a descrição é uma forma de praticar o sentir, se estiver no caminho correto, ela ficará clara e agradável, vamos ver?!

O mar em frente de casa tem uma cor bonita, azul com verde, ou verde com azul, sem vento fica tranquilo e quase sem ondas. Já com vento, as ondas batem nas pedras e transformam a água em garoa, para os curitibanos, ou chuvisco, para os paulistas.

Durante o dia ha um desfile de barcos, todos passam a uma boa distância da costa, pelo menos a 300 metros. Têm jet-skis, lanchas pequenas, barcos a remo, veleiros grandes, iates de luxo, navios de carga e passageiros.

O mar é transparente, como não tem rio por perto e chove pouco, não há suspensão. Tem uma visibilidade de 5 a 10 metros. Fiz snorkeling e vi muitos peixes e polvos. Tenho visto mergulhadores fazendo caça submarina e outros apenas mergulhando com garrafas para apreciar o visual. Às vezes, durante a noite, escuto barcos passando em frente, acredito que estão pescando. Como no Brasil, aqui tem muitos pescadores, dia e noite, até agora não vi pegarem peixes e os que vi, mais pareciam sardinhas de tão pequenos que eram. Tenho certeza que contam as mesmas historias que os pescadores do Brasil.

A agua é mais salgada, fácil de boiar, temperatura boa e refrescante, não é fria.

Quando saio para caminhar e pego o lado direito vou em direção a Alicante, há poucos metros da casa inicia uma reserva, uma região sem construção e preservada. Têm pequenas piscinas naturais, enseadas, um caminho que segue um sobe e desce nas pedras. Depois de uns 300 metros inicia uma área de naturismo. Aviso aos mentes poluídas, a maioria são homens idosos ou casais de homens, nada interessante.  Com uns 4 km chego a outra praia com o nome de Albuferata onde começam novamente as avenidas que seguem em direção ao centro da cidade que fica a 10 km de casa.

Quando saio à esquerda, tenho o mesmo visual, nessa direção vou à praia de San Juan, fica cerca de 2 km. Essa praia é de areia, tem uns 8 km de comprimento e vai até a próxima cidade que é El Campello. Se preferir, dá para ir pelo calçadão.

Saindo para traz, tem uma subida, pois estou na parte de baixo do morro e na ponta do Cabo Huertas. São ruas tranquilas com casas e sobrados, varias ruas sem saída e sobe e desce. É um bairro calmo, com pouco movimento de carro. O ponto de ônibus fica a 2 quadras e a estação do metro a 1,5 km.

O sol parece que queima menos, estou passando protetor solar apenas no rosto. Por enquanto não choveu, o céu tem ficado com aquele azul lindo, sem nuvens.  A noite tem refrescado, e fica gostoso para dormir. Infelizmente não dá para ver muitas estrelas, a cidade fica perto e a poluição luminosa é grande.

No céu dá para ver muitos aviões, a cidade tem um grande aeroporto internacional, e vejo a rota de pouso e decolagem, longe, nem escuto barulho.

A vista da casa a esquerda vejo um farol, uma enseada e um morro. A direta vejo longe o fim do porto de Alicante e os morros de Santa Pola, outra cidade. Em frente a direita a ilha de Tabarca, mal dá para ver. O restante é mar sereno.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

For a professional business hosting we highly recommend hostgator review or cloud hosting
Joomla Templates designed by Joomla Hosting