Diário Via de La Plata - dias 26 à 29/06

29-06 (60) Caceres até Mérida – 71 km

Estava em duvida até onde iria seguir, o calor e o cansaço dos dias anteriores me atormentavam. Acordei cedo e sai as 8:15 hs, estava mais fresco, o dia rendia, terreno relativamente plano com descidas suaves, poucas subidas.

Os dias anteriores foram desgastantes porém hoje, depois de um bom dia, me animei. Um pouco cansado fisicamente. É melhor não sentir-se exausto ou andar mais que o limite.

Em Mérida acabei escolhendo uma pousada, os peregrinos me mostraram as mordidas de insetos que ganharam no albergue municipal, na duvida eu pulei. Até agora apenas fiquei em albergues bons, desejo continuar com está imagem.

Vou ficar um dia extra, é uma cidade histórica e romana, tem muitas ruínas.  Tem um festival de teatro que começa no dia 01/08, tem apresentação por toda a cidade, nas ruinas do antigo teatro romano, uma paisagem bonita. Vou perder!

Esta faltando pouco para chegar a Sevilha, tenho um misto de ansiedade, exaustão, desejo que não acabe, duvida como será depois, alegria de “tarefa” feita.

 

28-06 (59) Alcântara até Cáceres – 36 km

Interessante que com o planejamento de distância menor o corpo começa a cansar-se antes. Foram apenas 2:30 hs mas pareceram 5:00 hs, senti preguiça para pedalar e fazer esforço.

Cáceres é uma cidade grande, museus e monumentos para ver. Vi alguns, fiz turismo por cerca de 3 horas.

Começo a entender porque da ciesta, com o calor não dá para fazer quase nada do lado de fora entre as 14:00 hs e as 18:00 hs, é melhor dormir e aproveitar o dia até a 01:00 hs da madrugada e dormir até as 9:00 hs da manhã. Ainda na estou pronto para isso, as 23:00 hs tenho sono e preciso acordar cedo para pedalar. 

 

27-06 (58) Plasencia até Albergue del Embalse de Alcantara – 50 km – meu aniversario

Iniciei as 8:00 hs, realmente é melhor, mais fresco. Mesmo com uma distância menor é necessário um esforço, o condicionamento físico não elimina o cansaço e o suor.

O albergue fica na beira da represa, uma linda vista! Um lugar tranquilo, sem nada em volta, apenas a represa e muito calor. Passarinhos piando, um vento quente vindo como de uma frente quente da África, cerveja gelada. Fui nadar duas vezes na represa, água gostosa, a primeira depois que cheguei e a outra antes do por do sol, deu para refrescar.

Fiquei acordado até as 24:00 hs, estava muito calor e queria aproveitar meu niver diferente até o fim. Foi difícil dormir, acho que não dormi nada, o calor estava fogo, começou a refrescar ao amanhecer.  O dia seguinte teria uma distância pequena, outro presente.

 

26-06 (57) Fuenterioble até Plasencia – 84 km

O hospitaleiro me indicou para visitar a cidade de Plasencia, fica uns 10 km fora do caminho. Com isso escolhi uma rota alternativa em estradas vicinais asfaltadas porém com um pouco de subida.

Em Funterioble o padre me convidou para ficar mais um dia e participar da procissão, seria diferente, em cima de uma carroça puxada por burros, fiquei em dúvida, agradeci, mas decidi continuar o caminho.

Tendo iniciado tarde, as 9:15 hs, o calor já tinha começado. Cruzei muitos ciclistas, é domingo, dia de passear.  O dia ficou muito quente, os últimos 20 km foram exaustivos, tive que passar dos limites e sofri para chegar. Conclui que devo iniciar no máximo as 8:00 hs e parar até as 12:30 hs.

Chegando a Plasencia fui direto almoçar, estava sem lanche (outro erro, em bike estou pulando o intervalo e lanche), hotel (com ar condicionado) e ciesta, estava cansado, dormi até as 19:00 hs, o calor continua ( 36 graus na sombra as 21:30 hs), passear um pouco pela cidade, jantar e cama.

Não valeu sair da rota. Ou consigo sair mais cedo ou rodo menos, vou fazer isso no meu aniversario, presente.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

For a professional business hosting we highly recommend hostgator review or cloud hosting
Joomla Templates designed by Joomla Hosting