O caminho - dia 31/05

31-05 (33) Arzúa ate Monte do Gozo – 34 km - 7:15 – 14:30 hs

Fui o primeiro a acordar e me levantar no albergue. É difícil arrumar a mochila sem fazer barulho, não gostei, prefiro continuar sendo o último. Seria um dia comprido, não tinha certeza se iram ser 30 ou 35 km. Estes 5 km fazem uma grande diferença quando se está a pé, é uma hora a mais. Sem ter certeza da distância, me preparei para fazer os 35 km.

Sai da cama as 6:35 hs, estava com o pé fora do albergue as 6:59 hs, um novo recorde. Tinha pensado em começar a caminhar sem café da manhã, mas refleti e conclui que poderia fazer isso, porém não desejava, assim, optei por atrasar minha saída e ir tomar café.

O caminho foi agradável, grande parte é no meio de bosques com muitos eucaliptos, com um cheiro gostoso, principalmente quando as folhas estão molhadas. Quando iniciei o caminho, as parreiras estavam apenas no tronco, agora já há muitas folhas e cachos, quero comer uva.

Quando passo por vilas antigas, com casas e ruelas, imagino que estou percorrendo o caminho a 500 ou 1000 anos atrás. Uma bela visão.

Resolvi fazer uma experiência neste dia, iria parar apenas uma vez, continuei andando sem stop por 4 horas e 22 km. A partir deste ponto surgiu uma conversa entre dois “eus”, o eu programador liberou o outro eu para descansar, o outro eu, resolveu parar apenas onde tivesse um belo local, o resultado foi bom. Caminhei por mais uns 15 minutos e apareceu uma bela ponte com cachoeira, parei, lanchei, relaxei e deitei. Todos que passavam sorriam do local que eu estava e de como estava acomodado, um sol gostoso e o barulho da água.

Percebei que para quem faz o caminho de bike é tão difícil quanto para quem vai a pé. Encontrei alguns ciclistas sofrendo nas subidas. Como estávamos chegando, o cumprimento mudou, além de desejar um “bue caminho”, surgiu o incentivo de “mui ben”, “amino”. A esta altura, essas simples palavras me emocionavam.

Os pés começaram a andar sozinhos, cada vez mais rápidos e suaves. Não necessitavam da minha vontade ou força, eles já sabiam que o destino estava perto. Lembrou-me quando ando a cavalo e ele percebe que estamos voltando, sai em disparada. Foi assim com meus pés.

Parei apenas a 6 km de Santiago, poderia chegar, mas preferi descansar, apreciar o chegar e acalmar a ansiedade.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

For a professional business hosting we highly recommend hostgator review or cloud hosting
Joomla Templates designed by Joomla Hosting