O caminho - dia 30/05

30-05 (32) Casanova até Arzúa – 24 km

Em Casanova dormi sozinho no quarto do albergue, escolhi um local afastado em 1,5 km do caminho, com isso poucas pessoas vão até lá. Isso é bom, tem menos roncos e mais condições de espalhar as coisas sem se preocupar com o barulho ou estar invadindo o espaço dos outros peregrinos.

Continuo preferindo andar sozinho, fica mais fácil acertar o ritmo.  Tenho encontrado peregrinos conhecidos durante o dia, andamos por pequenos períodos juntos e nos separamos. Eu gosto desta forma.

Tem sido bom chegar cedo ao albergue, banheiro limpo, escolher a cama, não ter pressa no banho, água quente.

Tenho a impressão que estou ficando mais introspectivo e com menos pensamentos.

Quando paro em uma cidade posso observar com calma os peregrinos, todos usando roupas parecidas (parece até um uniforme) , andar parecido (mancando quando levantam depois de um tempo sentados), comer parecido, o menu peregrino (não deixam sobrar comida no prato), dormir como passarinho (dormir cedo, roncar e acordar cedo).

Chegando a Arzúa, um carro quase me atropelou, eu tive que dar um pulo para frete com rapidez para me livrar. O motorista estava olhado para o outro lado da esquina e não me viu, ainda bem que eu estava vendo para onde o motorista estava olhando, vi que não era para mim. Como um segundo de distração ou de atenção pode mudar a nossa vida!?

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

For a professional business hosting we highly recommend hostgator review or cloud hosting
Joomla Templates designed by Joomla Hosting