O caminho - dias 14 à 16/05

14-05 (16) Poplicion de Campos até Calzadilla de la Cueza – 35 km – 7:15 as 15:15

Reli os relatos diários anteriores e coloquei um asterisco em alguns pensamentos e situações que se repetem constantemente no dia a dia, e chamam atenção por serem novos, especiais, diferentes,...

- Muitos pássaros cantando

- Flores de várias cores

- Vilas vazias

- Tocar de sinos das igrejas

- Muitos peregrinos

- Os peregrinos desaparecem e reaparecem de repente

- Sentidos mais ativados

- Ser um dos últimos a sair do albergue/hotel

- Me enrolar para sair/ritual de preparação

- Usar protetor auricular e nos olhos para dormir

- Pouca sensibilidade nas plantas dos pês

- Lavar roupas

- Ser observador de mim mesmo

- Almoçar sozinho, os demais peregrinos não fazem esta refeição

 

Estou me adaptando ao ritmo de passarinho.  Nos primeiros quilômetros (18 km), fui conversando com mais uma alemã, mantivemos uma velocidade elevada, mais de 6 km/h, ela disse que quando está sozinha anda a 7 km/h, não dá para mim. O tempo e a distância passaram rapidamente. Pela primeira vez parei em um bar para fazer lanche, foi rápido porém bom, vários peregrinos fazem isso. É uma boa forma de interagir.

O trecho seguinte é uma grande extensão sem nada, nem água. Uma reta de 18 km. Fiz sozinho, aproveitei para fazer alguns exercícios de percepção interessantes.

- Andar de olhos fechados. Como era uma reta e uma estrada asfaltada quase deserta pude arriscar. No início poucos segundos, até ficar inseguro da direção ou sair da pista. Com o tempo e o aumento da sensibilidade dos sentidos, direção do vendo, escutando o barulho dos bastões no chão e tipo do solo que tocava. Acredito que consegui caminhar mais de 1 minuto de olhos fechados, é muito, experimente para ver.

- Visualização bi-locada. Como o trecho era longo, programei fazer um intervalo com 14 km. Após andar 11 km, me imaginei andando no meu condomínio em São Jose dos Campos, cada casa, rua, árvore, rio, bosque, parquinho, quiosque, salão de festa, campo de futebol, aparelhos de ginástica, quadra do bocha, quadra de tênis, portaria, terrenos vazios, jardins,... com o máximo de detalhe possível. Via duas paisagens simultâneas, a do caminho e a do meu condomínio.  Quando cheguei em casa olhei no relógio e haviam se passado 38 minutos, demoro 35 minutos. Acho que errei ou andei mais devagar. Gostei, ai me transportei para o caminho de Santiago e parei para descansar um pouco.

O resto deste trecho foi escutando mantras, músicas indianas e na chegada a vila, música brasileira.

A vila fica escondida em um vale, da a sensação que nunca vamos chegar. Errei nos cálculos, achei que eram apenas 32 km, quando na realidade são 35 km, apenas 3 km !!!

Fiquei em um albergue silencioso, interessante, todos ao sol, pernas para cima e com um caderninho na mão, escrevendo suas experiências. Eu também.

15-05 (17) Calzadilha até Bercianos del real Camino – 33 km

Estou começando a dormir bem, foi um sono direto das 10:15 hs às 07:00 hs. Estranho, estava na cama com o sol no céu, as 9:30 hs. Tenho feito trechos comprimidos, acho que após Leon vou planejar distâncias menores.

O céu estava muito azul, típico dia de inverno para mim (estamos na primavera por aqui). Um vento gelado e a temperatura entre 10 e 15 graus, sequer cheguei a suar neste dia.

Caminhei mais uma vez com uma alemã (por 4 horas), uma senhora que é sacristã, não sei bem o que é isso, imagino. Me disse que seu chefe é o padre. Ela conhece o nome de todas as flores que passamos e varias árvores, não guardei o nome de nenhuma, pena.

Como estava frio, paramos para tomar um chocolate quente e comer madalenas (um bolinho). Ela ficou e eu continuei sozinho o caminho por mais 12 km.

Um pouco antes de chegar ao destino, havia um pequeno rio, de água limpa e pedras. Desta vez, segui o desejo e parei, fiz um lanche na beira do rio e tirei as botas. Pés na água, energia nova. Fiquei por 1 hora, apenas curtindo.

Hospedei-me em um albergue gratuito, o pagamento é feito por donativos e livre. Ele é gerido por voluntários que vem de varias partes do mundo, trabalham por um período e voltam para suas casas, muito legal. Normalmente são ex-peregrinos.

Um local bonito, de madeira, limpo, agradável. Tinha janta e café da manha. Todos os peregrinos em mesas grandes em conversas animadas.

Tem sido mais fácil relacionar-me com os outros peregrinos, mesmo aqueles que nunca tinha visto. Sinto que todos tem a mesma energia, todos os rostos passam a ser conhecidos, somos todos peregrinos.

Outro dia passei por um vendedor ambulante, no meio do nada. Ele vendia tudo barato e conversava alegremente com os peregrinos que passavam. Mais à frente vi seu carro, um Mercedes, último modelo. Acho que a venda era apenas um motivo para conversa.

Após a rotina de lavar/passar,... tenho me sentado ao sol e escrito, depois conversado com os demais peregrinos, quando tem algo na vila para ver, passeio um pouco também.

Está começando a sobrar tempo, isso é bom, acho que estou me acostumando com a rotina. Posso escrever melhor.

16-05 (18) Bercianos até Mansilla de las Mulas – 26 km

O horário de acordar é as 6:00 hs, cedo. Lá fora continua frio, abaixo de 10 graus, tenho usado todas as roupas que trago, uma sobre a outra. Tão frio que não fiz aquecimento, sai andando sem parar para não esfriar.

Resolvi escutar o meu áudio-book do Don Quixote (em espanhol), um livro muito bom, com varias historias, conceitos, explora a relação humana. Não vi o tempo passar, se quer senti que estava caminhando. O bacana é que o trecho que estou escutando fala sobre as montanhas de Leon, onde vou chegar amanhã.

Depois de 3 horas andando parei para fazer meu lanche. Noto que estou mais atendo a pequenas coisas, aprendendo a escolher e ver detalhes que sempre passaram despercebidos.

O segundo trecho andei conversando, foi curto. Hoje são apenas 26 km e amanhã 20 km. Que folga!

O albergue tem um belo gramado com guarda sol e mesas, comi uma boa salada e tomei um chopp, escrevi e relaxei. 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

For a professional business hosting we highly recommend hostgator review or cloud hosting
Joomla Templates designed by Joomla Hosting