O outono e a vida no Brasil estão chegando!

Faltam duas semanas para deixarmos a Itália e iniciarmos o trajeto de volta ao Brasil. Pretendo preparar um texto especifico para fazer o balanço de todo o período sabático, mas uma coisa creio ter alcançado, o equilíbrio entre as varias atividades, de turismo, relacionamento, cultura, desenvolvimento pessoal e outras. Não consegui fazer tudo que existe, mas fiz o que priorizei, sentindo-me satisfeito com os resultados.

Resolvemos experimentar o transporte ferroviário, uma viagem ida e volta de Siena a Grosseto, são apenas 80 km, 1 hora de carro, de trem 1h45mim. Chegamos a Grosseto às 14 horas, a cidade estava vazia, os italianos dizem que não fazem a ciesta dos espanhóis, mas tem algo que deve ser muito parecido, pois para onde vão as pessoas entre 14 e 16hs?!

A cidade não tem atrativos especiais, é um bom local, mas sentimos falta de algo mais. Trinta minutos antes do horário da partida do trem de retorno para Siena, estávamos na estação, quando chegou a hora, escutamos um aviso e não compreendemos exatamente o significado, apenas que o ônibus para Siena estava partindo. Fomos ao guichê de informações, ai entendemos que o ônibus partiu e o trem foi cancelado. Teríamos que esperar por duas horas o próximo, contrariados voltamos à cidade para jantar.

Ao chegar novamente na estação, entregamos a reclamação pelo cancelamento do horário e falta de aviso, que não deve dar em nada, e acabamos perdendo o último trem para Siena!! Solução, taxi ou dormir na praça, ou melhor, achar um hotel e ficar na cidade até o dia seguinte. Dia seguinte, chegar cedo à estação, prestar muita atenção nas informações e aguardar o atraso de 30 minutos. Retornamos a Siena e encerramos por hora, nossa experiência de trem.

As amizades continuam se fortalecendo, fizemos um almoço em nossa casa para os vizinhos, conversa agradável e construtiva. Temos experimentado um ditado aprendido com Monsenhor Fabio, na mesa não se envelhece!!

Da mesma forma que fiz na Espanha, desejava fazer na Itália um belo voo de parapente. Fomos a um dos locais mais conhecidos de voo, o Monte Cucco, uma paisagem fabulosa. É um local especial para Asa Delta, boas termais e vento forte. Nesse dia, não tinha vento, estava mudando o clima e infelizmente não deu para voar, ficará para a próxima. Convidei um amigo para ir conosco, mesmo sem voar, se encantou, mais um futuro voador, quem sabe!

Começo a organizar e definir o retorno ao Brasil, comprar passagens, datas, local para morar, trajeto, etc. Vamos retornar com os dois carros e a moto até a Espanha para vendê-los, de lá minha esposa retorna e eu vou para a Alemanha e Holanda trabalhar por 15 dias, acompanhado pessoas da empresa em um congresso. Volto para o Brasil via Amsterdam no fim de outubro.

Um local que havíamos passado por apenas algumas horas e merecia uma visita com mais atenção, Assis, voltamos para um dia inteiro de passeios. Uma cidade que transmite uma grande tranquilidade, paz e simplicidade. Acredito ser reflexo de seu maior expoente, São Francisco de Assis. Fomos a vários locais que São Francisco frequentou, vimos seu habito e outras coisas, parece que a cidade respira a sua áurea.

Antes de sair do Brasil, fiz uma limpa nas minhas roupas, o que acreditava que ser útil trouxe para a Itália, foram duas malas, o restante foi doado. Nesse tempo não comprei quase nada, chegou a hora de refazer o guarda roupa. Fomos a um outlet que fica a 30 minutos de casa, 5 horas de compras e 40% da lista adquirida. Atividade que não me empolga. Uma boa oportunidade para refletir sobre o assunto.

Estamos diminuindo o ritmo da frequência de espetáculos, temos que nos acostumar à oferta que encontraremos no Brasil. Mesmo assim, fomos a mais uma ópera lírica, El Trovatore, um drama de Verdi. Foram 3 horas no teatro principal de Siena, Rinnovati, tudo perfeito, pessoas e espetáculo intocavelmente belos.

Os amigos também têm nos convidado para almoços e jantares em suas casas. Um deles preparou o almoço de despedida do verão, para mim a água da piscina já estava gelada. Fomos a um jantar especial, com um casal e seu filho, que já moraram no Brasil, conversamos toda a noite em português. Foi muito bom poder filosofar, na língua natal, os assuntos estavam polêmicos, não é para menos, ciência X religião X fé X material. Sem conclusões é claro!!!

Ainda reservamos tempo para algumas viagens, por dois dias fomos a Ilha de Elba, local que inicialmente Napoleão foi exilado. São 140 km de carro até Piombino e depois balsa por 45 minutos. Local lindo, bom equilíbrio entre preservação e construção. Muitos restaurantes e praias, algumas até desertas, água transparente, de um verde esmeralda que encanta.

Na Itália existem alguns vulcões ativos e muitas águas termais, ainda não tínhamos conhecido, estávamos esperando o tempo esfriar. Fomos a duas termas; Bagni di San Filippo, no meio da natureza surgem as nascentes de água com muito calcário, formam paredes de neve branca, colunas de calcário e pequenas cachoeiras, criando poços de água quente muito azuis. Perfeito para um banho relaxante.

A outra se chama Ântica Querciolaia em Rapolano Terme, um complexo com umas 10 piscinas, de vários tamanhos e temperaturas. De noite fica especial, lua com estrelas, a fumaça da água criando aquele ar de mistério. No sábado a termal fica aberta até a uma da madrugada, tem música e jantar. Um local para curtir com calma, tomando um bom vinho e conversando dentro da piscina.

É hora de colher a uva. Depois de 5 meses a parreira está pronta para oferecer seu melhor produto, uma uva doce e pequena. Nessa região o vinho é feito com as uvas, Sangiovese (mínimo 80%), Canaiolo e/ou Malvasia e/ou Trebbiano e/ou Colorino, pudemos acompanhar todo o processo para a elaboração do famoso vinho da região do Chianti Clássico. Começando com a colheita da uva, separação da uva do cacho, colocar nos tanques para fermentar, retirar a parte liquida, prensar a parte solida (casca), fazer a misturas, descansar e filtrar. Depois de algum tempo, fica pronto o maravilho vinho Italiano!!

É hora de iniciar a despedida de muitas pessoas, fomos acolhidos e participamos um pouco da vida e do estilo de vida dos italianos, como na Espanha a saudade já começou, mais será amenizada com certeza com o reencontro dos grandes amigos que ficaram no Brasil.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

For a professional business hosting we highly recommend hostgator review or cloud hosting
Joomla Templates designed by Joomla Hosting